O que leva uma pessoa como o deputado Marco Feliciano a agir com seus recursos mais primitivos como ser humano por uma determinada causa, mesmo que descabida?Jamais saberemos ao certo! No entanto uma das razões que levariam qualquer indivíduo a coerção civilizatória seria porque suas paixões são mais fortes do que seus argumentos. Penso que é o que temos assistido nestes últimos dias com a aprovação do projeto apelidado de “Cura Gay”.


Como psicanalista considero de muita importância me pronunciar e procurarei fazê-lo de forma que os argumentos usados possam estar em simetria com a paixão que tenho pelo tema e pela causa!


Penso como Foucault que caberia aos indivíduos tomar as decisões sobre suas práticas sejam elas sexuais ou não. Cada indivíduo constrói sua identidade seja ela sexual ou das mais diversas formas de se fazer existir e também de viver os prazeres. É uma ética muito subjetiva a qual deve fazer valer. Não há como prescrever uma forma correta de obter prazer sexual. Ao cogitar a ideia de que existe uma forma certa, o individuo optará por uma vida pela metade, pois a outra metade será entregue aos padrões e critérios sociais.


Que poder é esse que quer se apoderar do corpo do indivíduo? Baseados em que teorias entendem que é possível uma única forma de expressão do desejo do indivíduo?


O que se faz urgente é considerar que a escolha amorosa precisa prevalecer às forças impelidas por essa ditadura imposta por uma minoria que, segundo a forma como se posicionam, está totalmente despreparada para falar e agir sobre o tema em questão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You May Also Like

Relacionamento entre vizinhos

É comum vermos discussões e inimizades entre vizinhos por causa dos filhos.…